• Paróquia Santo Antônio

Jantar do Codeguim: o cinquentenário de uma história

Tradição de confraternizar com a iguaria que se tornou conhecida na região iniciou na década de 1970




Em meados da primeira metade da década de 1970, a Festa de Santo Antônio dava início a uma bela tradição que se mantém até hoje, embora atualizada pelo tempo. Quando a Paróquia Santo Antônio de Bento Gonçalves estava sob a coordenação pastoral do padre Oscar Bertholdo, o senhor Claudino Ferrari e sua equipe mobilizaram o que hoje conhecemos como “Jantar do Codeguim”.


Desde aquela época, até o ano de 2019, a confraternização que antecede as celebrações da trezena e o Dia Festivo de Santo Antônio, foi realizada ininterruptamente e sempre mobilizou centenas de pessoas apreciadoras da iguaria que se tornou conhecida em toda a Serra Gaúcha. A pandemia da Covid-19, no entanto, fez com que em 2020 a atividade fosse cancelada, apesar de os ingressos já estarem impressos e a 143ª Festa de Santo Antônio tem esse objetivo: retomar a história e a tradição do condeguim, mesmo que adaptado às normas sanitárias que o momento impõe.


E essa história tem belas e importantes peculiaridades, nos conta o senhor Mauro Gasperin, 70 anos, ex-festeiro de Santo Antônio e proprietário da Aida Alimentos, fornecedora do codeguim desde as primeiras edições do jantar. “Uma curiosidade bem interessante é que quando começou, lá nos anos 1970, o pai do padre Oscar Bertholdo tinha um frigorífico em Nova Roma do Sul e ele nos mandava a pele e nós fazíamos o recheio e organizávamos para a paróquia”, recorda.


Por ter se tornado tão conhecida nas colônias da região e também pela primeira, segunda e terceira gerações nascidas no Brasil, após a chegada dos italianos em 1875, diversas localidades realizaram confraternizações tendo a iguaria como prato principal. No entanto, em Bento Gonçalves, a ação se tornou tradicional e integra o calendário dos festejos de Santo Antônio, com ingressos sempre esgotados dias antes do jantar. “Tivemos anos em que foram servidos e também comercializados no Salão Paroquial, mais de 600 quilos de codeguim. Um número impressionante”, pontua Gasperin.


Mas, o que é o tal de codeguim?

Perguntamos a algumas pessoas que não residem em Bento Gonçalves sobre o codeguim e mesmo a alguns jovens da Capital do Vinho se conheciam este prato. Alguns responderam corretamente e outros sequer ouviram falar, por isso pedimos ao senhor Gasperin: “o que é esse tal de codeguim?” Ao lembrar do seu nonno, fez memória que o alimento é tradicional na Itália e que o seu avô, quando iniciou a Aida Alimentos, há 99 anos, já preparava o “scodeguim”. Segundo ele, por conta do valor calórico, este é um prato mais servido em dias frios. “O codeguim então leva a pele suína, além de carnes mais fibrosas do porco e uma mistura de temperos da época do nonno”, explica.



Ex-festeiro e apreciador do codeguim, a serviço da comunidade

Ao longo das 143 festas em honra a Santo Antônio, centenas de casais colaboraram para tornar os louvores ao Padroeiro de Bento Gonçalves uma referência pelo Estado afora. E se o Jantar do Codeguim está aí há 50 anos, os ex-festeiros também cumprem uma bela e importante missão de divulgar, apreciar e participar da programação. E com o senhor Júlio Sassi não é diferente, porque ele e a esposa, Ancila Tramontina, foram festeiros na 122ª Festa de Santo Antônio, em 2000. "Nós ajudamos a organizar o Salão Paroquial e servir a comunidade e esperamos poder colaborar por muitos anos, porque Santo Antônio nos cativou. E esse ano, iremos participar do codeguim, mesmo que seja num estilo diferente. Esperamos que no próximo ano possamos estar juntos, festejando Santo Antônio com todas confraternizações", exclama Sassi.



Codeguim de 2021 será no estilo drive thru

Nesta edição, que acontece no dia 28 de maio, em virtude da pandemia, o jantar será no estilo drive thru. Os ingressos ao valor individual de R$ 50,00 podem ser adquiridos na Secretaria Paroquial ou ainda com os casais festeiros e festeiros jovens da 143ª Festa Santo Antônio. A venda será feita somente de forma antecipada e não haverá comercialização dos ingressos no dia do evento. A preparação está a cargo do Buffet Dalla Costa.


No kit que será entregue junto ao estacionamento da Paróquia, das 19h às 21h do dia 28 de maio, além do codeguim já cozido, as pessoas poderão degustar outros pratos típicos italianos como polenta, fortaia, radicci com bacon, galeto, salame e queijo, além de uma porção de sagu com creme. O pároco da Paróquia Santo Antônio convida para ação, que tem por objetivo confraternizar em família e valorizar a história da comunidade. "O codeguim é muito marcante para o nosso povo de Bento. Por isso, fizemos questão de organizar esse jantar, mesmo que no formato drive thru, para não deixar este legado histórico para trás e, ao mesmo tempo, permitir que as famílias saboreiem o codeguim no conforto de suas casas, com a intercessão de Santo Antônio, nosso padroeiro", salienta.


Chefs gravam vídeos produzindo pratos com o codeguim Numa ação inovadora, a 143ª Festa de Santo Antônio conta com uma equipe de chefs de cozinha renomados de Bento Gonçalves para prepararem pratos onde o codeguim tem um papel importante. Na semana de 17 a 21 de maio, nas redes sociais da Paróquia Santo Antônio, serão postados pequenos vídeos onde a comunidade poderá acompanhar as possibilidades de preparo do codeguim.

Mais informações sobre a Festa de Santo Antônio

A 143ª Festa de Santo Antônio tem como lema “Senhor, com Santo Antônio, eis-me aqui, envia-me”, inspirado no capítulo 6, versículo 8 do livro do profeta Isaías. A realização é da Paróquia Santo Antônio, que tem na equipe paroquial o padre Ricardo Fontana como pároco e auxílio dos padres João Roberto Masiero, Júlio Antônio Giordani, Lucivan Francieski e Luís Carlos Conci e das Irmãs Pastorinhas, Lídia Villani, Vanda Terezinha Bisato e Vergínia Fabbro. A equipe de festeiros é composta pelos casais: Antenor e Márcia Ferrari, Francisco e Ivani Acosta, Guilherme e Adriana Garavaglia, José e Juliane Carraro, Marcos Fracalossi e Raquel Rossatto e Ronaldo e Flávia Ancezki. Os festeiros jovens desta edição são Pedro Zanotto e Caroline Zen Cainelli, Luana Carraro, Luana Robetti, Tiago Antônio Zílio e Vinícius Rosalen. Patrocinadores Máster: Auto Tradição, Super Apolo, Omega Virato, Anderle Transportes, Piva Comércio e Indústria, Sicredi Serrana, Todeschini, Arcari Empreendimentos, Loja D’art, Sonomais Colchões e Colégio Scalabriniano Medianeira. Patrocinadores Sênior: Braido Materiais Elétricos, FVA Material de Borracharia, Vie Image, Don Raffaelo, Caitá Supermercados, Lojas Pittol, Forma Comercial, Mecânica Burati, Motolife, Multimóveis, Transambiental, Tedesco Metalúrgica, Transportes Rasador, Cainelli Gás, Genialflex, Giordani Turismo, Ponto Ótico, Real Assessoria Empresarial, Reypel Comércio, Vinhedos Transportes, Dolce Gusto, Mérica Transportes, Cinex Móveis, Construbene, Gebbework, Zen Caminhões, Vitaseg, Dumar Transportes, Gráfica Bento, New Color, Zegla Indústria, Casamia, Colégio Sagrado e Colégio Marista Aparecida.

678 visualizações0 comentário