• Paróquia Santo Antônio

Paróquia Santo Antônio celebra os 90 anos de vida do padre Júlio Antônio Giordani

Celebração festiva será na terça-feira, 29 de março, data que marca as nove décadas do sacerdote que há 66 anos serve o povo de Deus





A Paróquia Santo Antônio de Bento Gonçalves irá celebrar, na terça-feira, 29 de março, os 90 anos de vida do padre Júlio Antônio Giordani. O bentogonçalvense nasceu em 29 de março de 1932, na Capela das Almas – Linha Leopoldina e, aos 66 anos de sacerdócio, reside atualmente na Paróquia Santo Antônio.

Às 18h, será celebrada a Missa em ação de graças pelos 90 anos do padre Júlio, no Santuário Diocesano Santo Antônio. A Eucaristia será presidida pelo bispo diocesano de Caxias do Sul, dom José Gislon. Logo após, às 19h, será lançado, nas redes sociais da Paróquia Santo Antônio, um documentário que reúne a história de vida do padre, contada por ele mesmo, e algumas fotos de sua vida.

Colaborador da Pastoral da Saúde, padre Júlio Antônio Giordani, auxiliou com palestras, cursos e também ajudou no desenvolvimento de remédios fitoterápicos, como chás e xaropes naturais. Tanto é verdade, que a Pastoral da Saúde na Paróquia Santo Antônio é conhecida como “Farmacinha do Padre Júlio”, que segue em atendimento e mantém o legado do sacerdote. Quem é o padre Júlio Antônio Giordani?

Padre Júlio Giordani, filho de Luiz Giordani e de Ana Zandonai (ambos in memoriam), nasceu em 29 de março de 1932, em Bento Gonçalves. Em 1942, com 10 anos, ingressou no Seminário Diocesano Nossa Senhora Aparecida, em Caxias do Sul. Cursou Filosofia no Seminário Central, em São Leopoldo, e de 1953 a 1956, cursou Teologia, em Roma, na Itália, residindo no Pontifício Colégio Pio Brasileiro. Foi ordenado sacerdote em 25 de fevereiro de 1956, na Basílica de São Paulo Fora dos Muros, em Roma. Seu lema de ordenação é: “UT VITAM HABEANT - PARA QUE TENHAM VIDA” (Jo 10,10). Ao longo de seu ministério sacerdotal atuou nas cidades de Antônio Prado, São Francisco de Paula, Torres, Caxias do Sul, Garibaldi, Marcorama, Farroupilha, Bento Gonçalves (nas paróquias Cristo Rei e Santo Antônio), Santa Tereza e Monte Belo do Sul. Também esteve em torno de três anos em Caçador/Santa Catarina. Durante sua trajetória, foi por 30 anos, coordenador do Movimento Pastoral, desenvolvendo atividades com a juventude e com os agricultores (JOC, JAC, CPT). Foi um importante integrante do Centro de Orientação Missionária da Diocese de Caxias do Sul, sendo missionário nos Estados de Goiás, Pará, Amazonas e região nordeste do Brasil. Também fez muito na Pastoral da Saúde, desenvolvendo chás e xaropes naturais.

68 visualizações0 comentário