• Paróquia Santo Antônio

Largo do Santuário Santo Antônio ganha cercamento para garantir segurança da comunidade

Desenho remete aos símbolos do Padroeiro de Bento Gonçalves, como por exemplo, o lírio, flor carregada pelo Santo



Iniciou nesta terça-feira, 27 de abril, o cercamento do largo ao lado do Santuário Santo Antônio, em Bento Gonçalves. A iniciativa da paróquia visa garantir a segurança dos fiéis que frequentam a igreja, além de garantir a proteção ao imóvel, que é patrimônio da comunidade. O projeto arquitetônico foi aprovado pelo Conselho Municipal de Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural (Comphac).

A extensão do cercamento alcança a divisa do imóvel da Paróquia com o Shopping Bento, passa pela entrada principal do estacionamento e segue até a parede lateral do Santuário, com três portões, um para os clientes do supermercado Apolo, outro para o acesso de veículos e o terceiro para os pedestres ao lado da igreja. Eles serão fechados à noite e abertos pela manhã. A previsão de conclusão da instalação é de duas semanas. O projeto foi desenvolvido pela arquiteta Eliana Romagna e o desenho, por sua vez, remete à devoção ao Padroeiro de Bento Gonçalves, como os nós do cordão das vestes, um trabalho em “S” de Santo e o lírio, flor carregada pelo Santo. As pontas terão lanças e nós estilizados. Este passo de colocação das grades em frente ao largo faz parte de um plano de ações de segurança organizado pela Paróquia Santo Antônio, como a instalação de sistema de videomonitoramento no Santuário e demais dependências, entre elas o próprio estacionamento, colocação de cerca elétrica na outra extremidade do imóvel, junto à rua Assis Brasil e a contratação de empresa de segurança privada presente no complexo da Paróquia. “As pessoas precisam se sentir seguras, para que tenham seu direito de ir e vir garantido, com tranquilidade. Todos os nossos investimentos nesse sentido querem proporcionar essa sensação de segurança, de que aqui é um lugar seguro e que está a serviço dos fiéis, seja da comunidade de Bento, dos turistas e também dos mais necessitados, porque a Paróquia é uma referência no que diz respeito ao auxílio à comunidade carente”, pontua o pároco, padre Ricardo Fontana.

229 visualizações0 comentário