• Paróquia Santo Antônio

Jantar do Codeguim: 50 anos de uma bela história

Tradição de confraternizar com a iguaria que se tornou conhecida na região iniciou em 1972

Jantar do Codeguim em 2019 - Foto Gabriel Comerlato


Em 10 de junho de 1972, a Festa de Santo Antônio dava início a uma bela tradição que se mantém há 50 anos, embora atualizada pelo tempo. Quando a Paróquia Santo Antônio estava sob a coordenação pastoral do padre Oscar Bertholdo, os festeiros e equipe do salão paroquial mobilizaram o “Jantar dos Antônios”, para reunir pessoas com nome derivado do padroeiro de Bento Gonçalves. Com o passar dos anos, ganhou o nome de “Jantar do Scodeguim”, o que hoje conhecemos como “Jantar do Codeguim”.


Ao longo dos 50 anos, a confraternização que une a fé e a gastronomia italiana, passou a acontecer na sexta-feira que antecede a trezena e o Dia Festivo de Santo Antônio. Até 2019, foi realizada ininterruptamente e sempre mobilizou centenas de pessoas apreciadoras da iguaria. A pandemia da Covid-19, no entanto, fez com que em 2020 a atividade fosse cancelada, apesar de os ingressos já estarem impressos e em 2021, o Jantar do Codeguim ganhou formato diferente, sendo o primeiro drive thru da história da Paróquia.


Neste ano de 2022, a Comissão de Festeiros e a Equipe Paroquial, juntamente com a equipe do Salão Paroquial, irão retomar o Jantar do Codeguim de forma presencial. Foram colocados 500 ingressos à disposição da comunidade, todos esgotados. A confraternização reserva ainda as apresentações musicais de Isadora Tonello e do duo Cavatappi.


Por ter se tornado tão conhecida nas colônias da região e também pela primeira, segunda e terceira gerações nascidas no Brasil, após a chegada dos italianos em 1875, diversas localidades realizaram confraternizações tendo a iguaria como prato principal. No entanto, em Bento Gonçalves, a ação se tornou tradicional e integra o calendário dos festejos de Santo Antônio.


E essa história tem belas e importantes peculiaridades, nos conta o senhor Mauro Gasperin, 71 anos, ex-festeiro de Santo Antônio e proprietário da Aida Alimentos, fornecedora do codeguim desde as primeiras edições do jantar. “Uma curiosidade bem interessante é que quando começou, lá nos anos 1970, o pai do padre Oscar Bertholdo tinha um frigorífico em Nova Roma do Sul e ele nos mandava a pele e nós fazíamos o recheio e organizávamos para a paróquia”, relembra ao fazer memória dos 100 anos da empresa, celebrados em 2022.



Mas, o que é o tal de codeguim?


Perguntamos a algumas pessoas que não residem em Bento Gonçalves sobre o codeguim e mesmo a alguns jovens da Capital do Vinho se conheciam este prato. Alguns responderam corretamente e outros sequer ouviram falar, por isso pedimos ao senhor Gasperin: “o que é esse tal de codeguim?” Ao lembrar do seu nonno, fez memória que o alimento é tradicional na Itália e que o seu avô, quando iniciou a Aida Alimentos, há 100 anos, já preparava o “scodeguim”. Segundo ele, por conta do valor calórico, este é um prato mais servido em dias frios. “O codeguim então leva a pele suína, além de carnes mais fibrosas do porco e uma mistura de temperos da época do nonno”, explica. Ex-festeira recorda da primeira edição e dos medos e expectativa

Ao longo das 144 festas em honra a Santo Antônio, centenas de casais colaboraram para tornar os louvores ao Padroeiro de Bento Gonçalves uma referência pelo Estado afora. E se o Jantar do Codeguim está aí há 50 anos, os ex-festeiros também cumprem uma bela e importante missão de divulgar, apreciar e participar da programação. E a senhora Jurema Tusset Milani, que foi festeira em 1972, lembra da iniciativa do padre Oscar Bertholdo. "Ele, empolgado para chamar o povo, quis homenagear os ‘Antônios’ e disse: ‘vamos fazer um jantar diferente, com o scodeguim’, algo novo e que deu medo também, porque não sabíamos como ia ser a receptividade da comunidade. Graças a Deus aconteceu e hoje estamos chegando aos 50 anos da primeira edição", salienta Jurema que é viúva de Júlio Milani. Lançamento do vídeo comemorativo dos 50 anos do Jantar do Codeguim Nesta edição, que acontece na sexta-feira, 27 de maio, também haverá o lançamento do vídeo comemorativo dos 50 anos do Jantar do Codeguim. O audiovisual é composto por imagens históricas do evento e entrevistas que retratam a caminhada das cinco décadas da presença da iguaria na programação dos festejos. O pároco da Paróquia Santo Antônio, padre Volmir Comparin, faz memória da primeira edição e enaltece a importância de olhar o futuro sem perder as raízes e tradições. “Reportemos ao dia 10 de junho de 1972, na festa de Santo Antônio. Lembrando o Padroeiro e as comemorações da Imigração Italiana, foi servido o ‘Jantar dos Antônios’, uma festa da gastronomia italiana. Foi um momento para recordar e para confraternizar. Uma noite em que se juntou a fé, porque a devoção de Santo Antônio é muito grande, e a tradição do alimento e tudo isso se tornou um belo momento cultural. É meio século de Jantar do Codeguim e peço a Deus que continue nos abençoando, para que mantenhamos cultura, esperança, fé e muita paz. Santo Antônio cuide de todos nós”, finaliza.

Sobre a 144ª Festa de Santo Antônio A 144ª Festa de Santo Antônio tem como lema: "Senhor, como Santo Antônio, fala com sabedoria, ensina com amor", retirado do livro dos Provérbios, capítulo 31, versículo 26. A mesma temática inspirou a Campanha da Fraternidade 2022. A equipe de festeiros da 144ª Festa de Santo Antônio é composta pelos casais: Adriane de Assis e Adilson Boch, Claudete Nichetti Gnoatto e Délcio Gnoatto, Carla R. Da Ré Trivelin e José A. Trivelin, Eliana Ruiz Petroli e Moisés Petroli, Márcia Menegotto Rachele e Valério Antônio Rachele e Mônica Bandeira Banchi e Cleiton Bianchi. Os festeiros jovens desta edição são Camille Turatto Spolt e Alexandro Zorzi, Fernanda Luzzi e Ezequiel Candido, Letícia Arsego e Diogo Dameda Portalupi. Já a Equipe Paroquial Santo Antônio é composta pelo pároco, padre Volmir Comparin, pelos vigários paroquiais, padres João Roberto Masiero e Luís Carlos Conci, pelas Irmãs Pastorinhas, Lídia Villani, Maria Lourdes Motter e Vergínia Fabbro. Também compõe a equipe, o seminarista Gabriel Guilherme Frigo, que está realizando seu estágio pastoral na Paróquia. Patrocinadores Máster: Super Apolo, Multimóveis, Gambatto Sul Veículos, Anderle Transportes, Piva Comércio e Indústria, Sicredi Serrana, Todeschini, Arcari Empreendimentos, Loja D’Art, Sonomais Colchões, Solar Serra Aquecimento, Colégio Scalabriniano Medianeira e Colégio Marista Aparecida. Patrocinadores Sênior: FVA Indústria de Válvulas Automotivas, Don Raffelo, Caitá Supermercados, Lojas Pittol, Mecânica de Veículos JLM, Motolife, Tedesco Sistemas de Armazenagem, Transportes Rasador, Comercial Gás Cainelli, Genialflex, Giordani Turismo, Ponto Ótico, Real Assessoria Empresarial, Vinhedos Transportes, Mérica Transportes, Gráfica Bento, New Color, Zegla Indústria de Máquinas, Colégio Sagrado, Beltoni Indústria e Comércio, Postos de Serviços Serra Gaúcha, Hospital Tacchini, Dicas Encomendas, Thermo Aquecimento, Suvalan, Vinhos Salton, Robopack e Omega Viratto.

195 visualizações0 comentário