• Paróquia Santo Antônio

Bento se prepara para celebrar 143ª Festa de Santo Antônio, a mais antiga da Imigração Italiana

Iniciada no ano de 1878 e realizada ininterruptamente, a celebração se modernizou ao longo do tempo e ganhou carreatas que passam pelas ruas da cidade e visitam os bairros e comunidades no período entre abril e junho; festejos também foram adaptados à realidade da pandemia





A chegada das primeiras famílias dos imigrantes italianos na Serra Gaúcha, em 1875, foi o início de uma saga em terras até então desconhecidas. Hoje, o progresso econômico e social é marca registrada destas cidades que também foram acolhendo, ao longo do tempo, as mais diferentes culturas do povo brasileiro e também de outros países. Esses pequenos povoados da época foram fundamentados em três pilares: fé, família e trabalho e aqui queremos falar sobre o primeiro deles, de fortalecer os laços religiosos e a pertença à comunidade de fé.


Passados 146 anos da imigração italiana, a então Colônia de Dona Isabel, que segundo dom José Baréa, primeiro bispo da Diocese de Caxias do Sul, em seus escritos sobre o cinquentenário da chegada dos italianos, teve a primeira capela da região, construída de tábuas rústicas, erigida em 1876, se prepara para celebrar a 143ª Festa de Santo Antônio. Os festejos em honra ao hoje Padroeiro de Bento Gonçalves iniciaram em 1878 e acontecem até hoje, de forma ininterrupta, de acordo com os documentos históricos, configurando-se como a mais antiga da imigração italiana na Serra Gaúcha.


A partir da chegada e posse do pároco, padre Giovanni Menegotto, que veio de Pádua, onde Frei Antônio faleceu e está sepultado, em janeiro de 1878, iniciou-se a tradição de celebrar a festa em honra a Santo Antônio, devoção forte na Itália e que foi enfatizada pelo sacerdote que trouxe na bagagem um quadro, preservado até hoje junto à família Lorenzini. O levantamento histórico, que coloca os festejos em honra ao Padroeiro de Bento Gonçalves como o mais antigo na região, foi organizado pelo doutorando em Geografia em análise territorial e festeiro jovem desta 143ª edição, Tiago Zílio. Ele coletou dados em livros, subsídios e também no arquivo da Paróquia, em Bento Gonçalves.


No ano de construção da primeira igreja, em 30 de setembro de 1876, o padre Bartholomeu Tiecher, encarregado da assistência espiritual dos povoados da imigração italiana, celebrou a primeira Missa, junto à Cruzinha, próximo do local onde ela está atualmente, numa residência da atual rua Assis Brasil. Alguns anos depois, em 06 de agosto de 1884, foi criada a Paróquia Santo Antônio e no seu cinquentenário de criação, em 1934, a igreja matriz foi elevada a Santuário Diocesano


Um ano depois do início dos festejos de Santo Antônio, em 1879 iniciaram as romarias de Nossa Senhora de Caravaggio. Já em Caxias do Sul, as festas em honra a Santa Teresa D’Ávila, padroeira da igreja matriz, hoje Catedral Diocesana, tiveram início em 1899, segundo o livro do centenário da Paróquia Santa Teresa, escrito pelo padre Ernesto Brandalise.


A cada edição, a Festa de Santo Antônio é marcada pelas intensas demonstrações de fé do povo de Bento Gonçalves e da região, que visitam o Santuário. A programação também ganha novas ações a cada ano, mas algumas delas já somam décadas de envolvimento comunitário, como a Trezena de Santo Antônio, com treze noites de Missas que refletem temas acerca das virtudes do Padroeiro e sua relação com o Evangelho. Além disso, as visitas da imagem às Comunidades e entidades também é realizada há muitos anos, bem como o “Jantar do Codeguim”, que remonta há cinco décadas de história.


40 anos dos lemas dos Festejos de Santo Antônio


As Festas de Santo Antônio são também um momento forte de evangelização das Comunidades da Paróquia. Assim, em 1981 a Equipe Paroquial, composta pelos padres e Irmãs Pastorinhas, juntamente com os festeiros, introduziram, para cada ano um lema. Ele se torna uma ideia forte em torno da qual é desenvolvida a mensagem dos festejos. Os lemas sempre integrados aos grandes temas que a Igreja Diocesana, Nacional ou Universal vivem.


Ao longo destes 40 anos, já foram escolhidos e utilizados como lema os motes da Campanha da Fraternidade, das conferências do episcopado da América Latina (Medellín, Puebla, Santo Domingo e Aparecida) e mesmo dos planos diocesanos de pastoral. Em 2021, a 143ª Festa de Santo Antônio tem como lema: “Senhor, com Santo Antônio, eis-me aqui, envia-me”! (cf. Is 6,8).


Lemas de cada ano, desde 1981

1981 - Renovação - Com integração e fé.

1982 - Santo Antônio, a força da Fé.

1983 - Um encontro de amor e fé.

1984 - Cem anos de trabalho e fé (Centenário da Paróquia)

1985 - Esperança, Comunhão e Participação (Diretrizes da Igreja do Brasil)

1986 - Paz e Comunidade - Frutos da justiça e participação (Conferência de Puebla)

1987 - Santo Antônio - Modelo de Fé e Caridade (Devoção a Santo Antônio)

1988 - Na Festa uma caminhada com Maria (Ano Mariano)

1989 - Comunicando a verdade e a paz (Campanha da Fraternidade)

1990 - Santo Antônio, nosso Padroeiro (vida e devoção a Santo Antônio)

1991 - Solidariedade, Dignidade e Compromisso (Diretrizes da Igreja do Brasil)

1992 - Festa de Santo Antônio - um caminho aberto - (CF - Juventude)

1993 - Santo Antônio - caminhando com a Igreja (Plano Diocesano de Pastoral)

1994 - Presença nas Famílias (CF - A Família)

1995 - Festa de Santo Antônio: 800 anos de Evangelho e Caridade

1996 - Festa de Santo Antônio - Justiça e Paz (CF - Justiça e Paz)

1997 - Festa de Santo Antônio - Caminhando com Cristo (ano de Jesus Cristo e Fé)

1998 - Celebrando a Fé no Espírito Santo (Ano Espírito Santo e Esperança)

1999 - Celebrando a Caridade na Misericórdia do Pai (Ano de Deus Pai)

2000 - Com Sto Antônio (No Ano Jubilar) Glorificamos ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.

2001 - Confirmando e Renovando a Missão da Igreja

2002 - Gerando Vida, Paz e Solidariedade

2003 - Memória, Esperança e Missão

2004 - Promovendo a Dignidade da Pessoa

2005 - Com Jesus Caminho Verdade e Vida, Renovar a Comunidade

2006 - Com Jesus Caminho, Verdade e Vida, Construir e Celebrar a Solidariedade

2007 - Com Santo Antônio, discípulos a caminho do Pai.

2008 - Missionários de Jesus Cristo a serviço da vida.

2009 - Com o Espírito Santo celebrar a Missão.

2010 - Com o Pai, o Filho e o Espírito Santo Viver a Acolhida e a Comunhão.

2011 - Santo Antônio, pregador do evangelho.

2012 - Santo Antônio, intercedei por nós!

2013 - Com Santo Antônio, renovamos nossa fé.

2014 - Fortalecer nossa comunidade de fé.

2015 - Anunciar a palavra e formar comunidades.

2016 - Misericordiosos como o Pai.

2017 - Peregrinos do Amor.

2018 - "Sal da Terra e Luz do Mundo" (Mt 5, 13-14).

2019 - "Mostra-me Senhor, teus caminhos" (Sl 25, 4).

2020 - "Com Santo Antônio: Ide e Anunciai" (Mc 16,15).

2021 - “Senhor, com Santo Antônio, eis-me aqui, envia-me”! (cf Is 6,8).



Programação foi adaptada em virtude da pandemia


Mas a Festa de Santo Antônio também precisou ser adaptada à realidade atual, em que o mundo todo vive a pandemia da Covid-19. Em 2020, os festejos sociais não puderam ser realizados e as tradicionais visitas foram substituídas por carreatas que levaram imagem do Padroeiro às Comunidades e também aos quatro cantos da cidade de Bento Gonçalves, em 13 de junho. A programação religiosa aconteceu de forma privada, com as Missas sendo transmitidas ao vivo pelas redes sociais, rádios e canais de televisão, alcançando mais de 500 mil pessoas pelas plataformas digitais da Paróquia Santo Antônio. Na 142ª edição, a campanha “Alimente a Vida” preencheu os bancos do Santuário Santo Antônio com 23 toneladas de alimentos.


Já a 143ª edição da Festa de Santo Antônio segue o curso oficial da programação, entretanto alguns ajustes precisaram ser feitos. Os eventos sociais foram substituídos por duas ações no estilo drive thru: o Jantar do Codeguim, no dia 28 de maio, e o Almoço do Dia Festivo, que será no dia 13 de junho. Neste ano, foram retomadas as visitas às Comunidades, entidades e paróquias, com a celebração da Missa em cada igreja, com a presença da comissão de festeiros e festeiros jovens. E no dia 31 de maio de 2021, iniciou a Trezena, que segue até o dia 12 de junho.


A programação de 2021 também ganhou novas ações, com a intenção de envolver os jovens das escolas católicas, os catequizandos e também a comunidade em geral. Entre as atividades, destacam-se o concurso de poesias “A Vida de Santo Antônio contada em Versos” e o evento “Com Santo Antônio aos Jovens”, que foi realizado no sábado, 05 de junho, com a presença do bispo da diocese do Rio Grande, dom Ricardo Hoepers.


Dia Festivo terá Missas dentro do Santuário e carreata

O Dia Festivo de 2021, que será a culminância da 143ª Festa de Santo Antônio, será realizado no domingo, 13 de junho. A programação inicia às 06h, com a alvorada festiva e toque dos sinos do Santuário Santo Antônio. Logo depois, às 07h, inicia a primeira Missa. As celebrações ainda acontecem às 08h30min, 10h, 15h e 18h, sendo esta última presidida pelo bispo da Diocese de Caxias do Sul, dom José Gislon, com a apresentação dos festeiros da edição de 2022.


Todas as Missas serão transmitidas pelo Facebook, Instagram e YouTube da Paróquia Santo Antônio e a celebração das 18h, também pelo Facebook e YouTube da Diocese de Caxias do Sul. Além disso, logo após a Missa das 15h haverá uma carreata que sairá do Santuário Santo Antônio, seguirá até o 6º Batalhão de Comunicações, passará pela Cidade Alta, igreja São Bento e retorna ao Santuário.



O pároco da Paróquia Santo Antônio, padre Ricardo Fontana, recorda a importância de celebrar o Padroeiro a partir do lema escolhido, que revela o movimento da Igreja que vai ao encontro da comunidade. “A pandemia nos fez refletir e aprender que a missão de evangelizar está em todos os lugares e, muitas vezes, também em nossas famílias e nas redes sociais. Com os olhos voltados para Santo Antônio, que nos conduz a Jesus Cristo, queremos celebrar a vida, rezar pela missão de evangelizar da Igreja, povo de Deus, chamada a ser Casa do Pão, da Palavra, da Caridade e da Ação Missionária e pedir as bênçãos de Deus sobre a nossa querida Bento Gonçalves”, frisa o sacerdote que está à frente dos festejos pelo sétimo ano.




Mais informações sobre a Festa de Santo Antônio A 143ª Festa de Santo Antônio tem como lema “Senhor, com Santo Antônio, eis-me aqui, envia-me”, inspirado no capítulo 6, versículo 8 do livro do profeta Isaías. A realização é da Paróquia Santo Antônio, que tem na equipe paroquial o padre Ricardo Fontana como pároco e auxílio dos padres João Roberto Masiero, Júlio Antônio Giordani, Lucivan Francieski e Luís Carlos Conci e das Irmãs Pastorinhas, Lídia Villani, Vanda Terezinha Bisato e Vergínia Fabbro. A equipe de festeiros é composta pelos casais: Antenor e Márcia Ferrari, Francisco e Ivani Acosta, Guilherme e Adriana Garavaglia, José e Juliane Carraro, Marcos Fracalossi e Raquel Rossatto e Ronaldo e Flávia Ancezki. Os festeiros jovens desta edição são Pedro Zanotto e Caroline Zen Cainelli, Luana Carraro, Luana Robetti, Tiago Antônio Zílio e Vinícius Rosalen. Patrocinadores Máster: Auto Tradição, Super Apolo, Omega Virato, Anderle Transportes, Piva Comércio e Indústria, Sicredi Serrana, Todeschini, Arcari Empreendimentos, Loja D’art, Sonomais Colchões e Colégio Scalabriniano Medianeira. Patrocinadores Sênior: Braido Materiais Elétricos, FVA Material de Borracharia, Vie Imagem, Don Raffaelo, Caitá Supermercados, Lojas Pittol, Forma Comercial, Mecânica Burati, Motolife, Multimóveis, Transambiental, Tedesco Metalúrgica, Transportes Rasador, Cainelli Gás, Genialflex, Giordani Turismo, Ponto Ótico, Real Assessoria Empresarial, Reypel Comércio, Vinhedos Transportes, Dolce Gusto, Mérica Transportes, Cinex Móveis, Construbene, Gebbework, Transportes Dumar, Móveis Casamia, Gráfica Bento, New Color, Colégio Marista Aparecida e Colégio Sagrado Coração de Jesus.

124 visualizações0 comentário